Qual é o sentido da vida?

Tem um vídeo que eu gosto muito do Neil deGrasse Tyson, em que ele está no meio de uma palestra e um menininho na plateia solta a pergunta: “Qual é o sentido da vida?”. Assistam abaixo; vale a pena.

“Quando penso em sentido na vida, eu pergunto: ‘Será que aprendi algo hoje que eu não sabia ontem, me trazendo um pouco mais perto de saber tudo o que pode ser conhecido no universo?’.”

Acho essa resposta de uma simplicidade genial. E posso dizer? Essa maneira de pensar me trouxe uma serenidade que eu nunca tinha experimentado diante do qual-é-o-sentido-da-vida.

“Só um pouquinho mais perto – mesmo estando muito longe de onde todo o conhecimento fica, eu estou um pouco mais perto. Se eu viver um dia e não souber um pouco mais do que ontem, acho que desperdicei esse dia.”

Quando eu for famosa e me pedirem entrevistas e perguntarem qual é o meu mantra, eu responderei: “Se eu viver um dia e não souber um pouco mais do que ontem, acho que desperdicei esse dia.”

– E o que você aprendeu hoje que você não sabia ontem, Sarah Lee?

Que bom que você perguntou! Hoje eu aprendi que “a rumpologia é uma técnica que utiliza o bumbum como meio de predizer o futuro, buscar informações do passado e interpretar o perfil das pessoas através das fissuras, fendas, cavidades e dobras das nádegas”.

Obrigada, amigo Daniel Ayub, por este passo em direção ao conhecimento pleno. (Mais sobre a rumpologia aqui.)

2 comentários em “Qual é o sentido da vida?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s