Caderno de quotes de livros: O Oceano no Fim do Caminho

Tava passeando na Fnac hoje e vi o “O Oceano no Fim do Caminho”, do Neil Gaiman, que o Allan tinha me indicado uma vez e que eu acabei não encontrando na época. Peguei e sentei numa das poltronas que ficam no segundo andar pra dar uma folheada rapidinha; e só parei horas depois, quando meu estômago começou a roncar. Já tinha lido mais da metade do negócio. Comprei, voltei pra casa e terminei de ler no fim da tarde. Recomendo. Para o caderno de quotes de livros:

“Ao lado da lareira, a gatinha bebia o leite cremoso do outro pires e ronronava tão alto que dava para ouvir do outro lado do cômodo. Queria saber ronronar também. Eu teria ronronado naquele momento.” (p. 127)

“Não tenho saudade da infância, mas sinto falta da forma como eu encontrava prazer em coisas pequenas, mesmo quando coisas maiores desmoronavam.” (p. 169)

“Pessoas diferentes se lembram das coisas de jeitos diferentes, e você nunca vai ver duas pessoas se lembrando de uma coisa da mesma forma, estivessem elas juntas ou não. Se elas estiveram uma ao lado da outra ou do outro lado do mundo, isso não faz a menor diferença.” (p. 196)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s