I don’t like to bother people

Tava contando para uma amiga sobre as dificuldades do meu primeiro emprego aqui em Israel, que estava sendo muito difícil, porque eu só podia falar em hebraico com as pessoas, e elas em hebraico comigo, e que apesar de ter sido uma ótima aluna no ulpan eu estava sofrendo porque não conseguia nem me expressar nem entender meus colegas, e eles acabavam tendo que repetir cada informaçãozinha três vezes, e aí ela falou: “Sarah, pensa assim: se tá difícil pra você, tá mais difícil pra eles”, e ela disse isso tentando me confortar, mas eu me senti pior ainda, porque no mundo das notícias bizarras eu sou esse moço:

“‘Eu não gosto de incomodar as pessoas’, diz homem que dirigiu sozinho até o pronto socorro com um prego em seu coração.” Foto: reprodução

Na verdade, até ligar para desabafar com essa amiga já me demandou muita coragem, porque eu não queria incomodá-la.

+ I don’t like to bother people – baby Sarah edition

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s