Mood de 2019: chorando ao telefone com a moça dos gatos

“- E aí, Sarah Lee, como vai a vida?”

Hoje eu liguei para uma moça que faz resgate de gatos de rua, porque eu estava procurando algum tipo de trabalho voluntário para me manter ocupada e pensei que ajudar em um abrigo de bichinhos seria uma boa ideia.  Ela pediu para saber mais sobre mim, e eu comecei a chorar de boca aberta contando que estou em Israel há mais de um ano e meio e ainda não tenho emprego, nem rotina, nem amigos.

E no fim das contas não vou ter trabalho voluntário também, porque ela explicou que não existem abrigos para gatos em Israel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s