Vi no YouTube – Sam Johnson

Eu deveria estar estudando hebraico, mas tenho passado meu tempo livre assistindo aos vídeos desse moço Sam Johnson, que é professor de canto e tem um canal no YouTube onde ele comenta as performances de cantores famosos. Eu não entendo 99% das coisas que ele diz, porque a única linguagem de música (?) que eu conheço é dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, mas ele é tão carismático que eu fico indo de vídeo em vídeo para: a) escutar explicações que eu nunca achei que ia querer saber, como por exemplo por que uma respiração consistente é necessária para você poder cantar e dançar ao mesmo tempo; b) para ler os comentários de outros leigos musicais que também não têm ideia do que ele está falando, mas que amam os vídeos mesmo assim.

Eu não sabia que cantar é um negócio que envolve tanta técnica. Vivendo e aprendendo! Seguem alguns vídeos pra vocês verem:

Yom Kippur em Israel

Yom Kippur é uma data que envolve reflexão, arrependimento e oração pela misericórdia de Deus. É como um dia comum da minha vida. A diferença é que hoje tem um país inteiro fazendo a mesma coisa.

Este é o dia mais sagrado do calendário judaico, por isso costuma ser observado mesmo por judeus não-religiosos. É uma mobilização total. Ninguém trabalha; não tem um carro na rua, um ônibus; não tem nada na TV além de um aviso de que a transmissão volta depois do Yom Kippur.

Muita gente está jejuando desde ontem à noite, por isso estou tomando cuidado; hoje evitei usar o fogão e não esquentei nada no microondas para evitar cheirinho de comida (da série Coisas Que Nunca Imaginei Que Fosse Precisar Fazer Antes de Vir Morar em Israel).

Não tinha comida pronta na geladeira e o pão está no congelador, então não daria nem pra fazer um sanduíche sem botar no micro-ondas (e tem coisa que acorda mais o estômago do que cheirinho de pão quente?). Acabei inventando um macarrão mara, rápido de fazer e gostoso, que não precisa passar nada no fogo. A única coisa que cozinhei foi o macarrão em si, que não tem cheiro, então não tem problema. Passei o macarrão cozido direto da panela pra tigela com cream cheese, queijo, alho picado, tomatinho cortado em quartos, azeite, sal e pimenta do reino moída na hora. Como o macarrão estava superquente, o cream cheese e o queijo derreteram e ficou tudo cremoooso. Nhams.

Gente, vou aproveitar o assunto para divulgar meu Twitter, @sarahjwlee, onde estou escrevendo sobre lances curtos da vida em Israel. Este post nasceu de tweets que joguei lá mais cedo :) Também estou com esta outra conta, @talmida_tova, onde estou tweetando só em hebraico, para praticar minha escrita!

Please come to Brazil

Ontem à noite, falando ao telefone com a minha mãe, contando as novidades da semana.

Eu: – Ah, omma, e talveeez a gente vá para o Brasil no fim de novembro. Vai ter um congresso de oftalmologia em São Paulo que pode ser que o Alex vai ter que participar, e, se ele for, eu vou com ele.

Mãe: – Oh, fim de novembro, é?

Eu: – Sim, mas não é certeza ainda. A empresa do Alex vai confirmar se ele vai ter que viajar mesmo; daí se ele for, eu vou junto.

Mãe: – Entendi.

Eu: – Se eles falarem que sim, a gente avisa.

Mãe: An, arassó.

Eu: – Não está confirmado ainda, hein?!

Mãe: – Tá bom.

Minha mãe vira para o meu pai e fala: “A Sarinha e o Alex vão vir para o Brasil no fim de novembro!”.

Vi no Pinterest – Maggie Cole

Bora sacudir essa poeira de crise existencial que se assentou no blog? O assunto de hoje é: ilustrações de gatinhos.

Vi no Pinterest uma ilustração linda assinada por essa artista Maggie Cole e fui procurar mais informações, mas as únicas coisas que encontrei são que ela mora em Nebraska, nos Estados Unidos, e que suas ilustrações são “para pessoas que gostam de pessoas, e que talvez gostem de gatos, também” (estamos aqui pelos gatos).

“Snugs”
“Cat Hat”
“Grooming”
“Turban Twins”
“Mondays”
“Blowdry”

E essa que é maravilhosa:

“Role Reversal”

Também amei este pôster dos personagens de Stranger Things:

(Imagens: reprodução site maggiecoledraws.com Ela também tem uma página no Facebook e um perfil no Instagram)

(E a quem interessar possa, este é o meu perfil no Pinterest)

I Have No Idea What I’m Doing

Este post é uma narrativa visual das sete fases da perda de controle sobre a própria vida, ilustrada exclusivamente por gifs com a frase “I Have No Idea What I’m Doing”:

Fase 1: “hahaha, não faço ideia do que tô fazendo, mas tudo bem! Caos e liberdadeee! Wiiiii!!”.

Fase 2: “Ok, já faz um tempo que eu não tenho a mínima noção do que estou fazendo; será que devo começar a me preocupar?”.

Fase 3: “Relaxa, é só demonstrar autoconfiança e tudo vai terminar bem”.

Fase 4: Tentando colocar a vida em ordem.

Fase 5: Falhando miseravelmente.

Fase 6: “Eu sou uma farsa e TODO MUNDO SABE!”.

Fase 7: Chorando de boca aberta.

(Gifs: reprodução)