You should’ve asked (“era só pedir”)

Eu nunca tinha visto tanta gente da minha timeline no Facebook repostando um mesmo link. Trata-se do “Era só pedir”, tradução que uma página brasileira fez para o “Fallait demander”, série de quadrinhos da cartunista francesa Emma que fala sobre feminismo e a (não) divisão de tarefas domésticas. Estou colando aqui uma versão “oficial” que a própria autora divulgou no site dela em inglês; e este é o site original, em francês.

Criança Amarela, por Monge Han

Ressucitei o Gaveta de Esquilo só pra postar esses quadrinhos do Monge Han, ilustrador supertalentoso que descobri hoje, por acaso, no Facebook. A série “Criança Amarela”, como ele explica, são “reflexões sobre a minha experiência crescendo como uma criança descendente de asiáticos no Brasil”. Achei forte e sensível ao mesmo tempo; uma patada delicada:

(Imagens: reprodução Facebook Monge Han)

Vi no Instagram – Grace J

Grace J (@illustrator_grace_j) se descreve no Instagram como “cat illustrator”. Eu gostaria de ter o emprego da Grace J. Aliás, ela é mais uma coreana que poderia ser eu, mas não é.

Ilustrações de gatinhos:

E às vezes ela mostra a evolução dos desenhos, o que eu acho muito legal:

Vi no Instagram – Dani Ives

Essa moça Dani Ives (@begoodnatured) que eu sigo no Instagram faz vários trabalhos manuais fofos, como o de feltragem; mas eu gosto especialmente dos vídeozinhos em que ela mostra seus sketchbooks, que são lindos! Sempre que vejo ela postando me dá vontade de pegar um caderno e começar a desenhar também, mas daí eu lembro que não tenho talento.

Hoje ela postou esse vídeo, e estou amando esse abacate:

Mais vídeos de sketchbooks:









Vi no Instagram – Mari Andrew

A ilustração abaixo apareceu na minha página de Search & Explore do Instagram, e, atraída pela referência ao kimchi, é claro que cliquei no perfil pra conhecer mais.

A post shared by Mari Andrew (@bymariandrew) on

A artista é a americana Mari Andrew (@bymariandrew), que trabalha com texto e ilustração e que começou a ganhar popularidade há pouco tempo; quando botei o nome no Google pra descobrir informações, vi que sites como o BoredPanda e o BuzzFeed recentemente publicaram posts sobre ela.

No Instagram ela compartilha um quadrinho por dia com temas variados, quase sempre focados na sua própria experiência como jovem adulta. Eu gosto dos que falam sobre crescimento pessoal e o desmantelamento do patriarcado:

A post shared by Mari Andrew (@bymariandrew) on

A post shared by Mari Andrew (@bymariandrew) on

A post shared by Mari Andrew (@bymariandrew) on

A post shared by Mari Andrew (@bymariandrew) on